Ligue Já
(11) 5668.8000
0800 788.8000
Aceitamos
Cartão de Crédito
Visa/MasterCard
Biologia das Pragas

A Ibaraki

Clientes

Trabalhe Conosco

Orçamento

Contato

Como Chegar

Formigas: Danos Causados ao Homem

Danos Causados ao Homem

“Muita saúva, pouca saúde, os males do Brasil são”
Até quando as formigas podem causar problemas de saúde pública?

Quem já teve a oportunidade de ler o livro “Macuanaíma”, de Mário de Andrade, com certeza se deparou com essa frase: “muita saúva, pouca saúde, os males do Brasil são”. A frase citada no livro visa criticar a saúde no Brasil, que por sinal deveria ser prioridade. Não poderíamos deixar escapar, então, de usar a mesma frase para evidenciar que existe uma relação estreita entre a infestação deformigas e a saúde pública.

As formigas são hoje em dia as principais causas de reclamação pela população no que diz respeito a pragas urbanas. Evidente que a presença de formigas em residências pode causar sérios incômodos, o que certamente perturbaria o bem estar da família. Contudo, além da perturbação do bem estar, as formigas são potenciais agentes causadores de danos na saúde pública. Nesse aspecto, destacam-se as alergias e acidentes com picadas e o papel das formigas quando estas se encontram em ambiente hospitalar.

Alergia....Mas à formiga?

Alergia é uma designação a uma doença ocasionada devido a uma resposta imune exagerada a um determinado componente que aparentemente é inócuo. A resposta alérgica ocorre quando um indivíduo suscetível (determinado por características genéticas) é exposto diversas vezes ao composto ao qual ele tem alergia. O termo alergia a insetos é generalizadamente usado para designar alergia não só ao grupo dos inseto,s mas também a todos os artrópodes como ácaros e aranhas (aracnídeos). Quando específico paraformigas, o principal causador da alergia (constituinte alergênicos) é encontrado nos venenos injetados. Os principais componentes são enzimas e outras proteínas. Alergia a picada de himenópteros em geral causam choque anafilático nos indivíduos sensíveis, podendo levar à morte em 30 minutos.

Formigas visitando hospitais

Quando se pergunta “qual é o seu local favorito de passeio”, muitas pessoas com certeza vão responder o parque de diversões, a praia, o shopping ou mesmo um zoológico. Dificilmente alguém vai responder um hospital. Contudo, essa não é a mesma lógica dasformigas. Frequentemente são encontradas formigas em hospitais. As possíveis causas são armazenamento impróprio de medicamentos ou outros produtos químicos, intenso tráfego de pessoas e presença de comida e água acessíveis no local.

As formigas podem colonizar equipamentos hospitalares, invadir áreas como UTIs e pertubar a vida tanto dos trabalhadores do hospital (médicos, enfermeiros e outros funcionários) quanto dos pacientes. Em estudos recentes em hospitais do Estado de São Paulo, constatou-se que todos os hospitais apresentavam infestação por formigas. As alas de maior infestação foram os berçários e as UTIs, sendo Tapinoma melanocephalum e Paratrechina longicornis as espécies de mais freqüentes. Em geral, o ambiente hospitalar é muito restritivo e em cada hospital ocorre a predominância de uma única espécie.

O problema das formigas em hospitais torna-se ainda mais grave quando se considera que as formigas podem transmitir mecanicamente bactérias e outros agentes patogênicos. Em estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade Estadual do Norte Fluminense, pode-se encontrar que grande parte das formigas em hospitais carregam bactérias que podem causar infecções hospitalares, além de doenças como infecções respiratórias, diarréias entre outras. Isso se torna ainda mais preocupante quando se pensa que os pesquisadores descobriram que essas bactérias carregadas por formigas tendem a ser resistentes às medicações de uso padrão.

O fato de formigas em hospitais poderem causar sérios problemas quanto a possíveis infecções não significa necessariamente que a infestação de formigas em ambientes domésticos seja livre de danos. Ao contrário: as formigas frequentemente visitam lixos e locais não limpos e, por isso, o contato com esses invasores não é dos mais agradáveis. Além do mais, estudos demonstram que formigas podem ser vetores mecânicos de cistos de vermes como lombrigas e protozoários como Entamoeba, causador da amebíase. Por isso, procure sempre manter a sua residência livre das formigas.

Acidentes com formigas lava-pés

Quem nunca já ouviu falar de um acidente no qual uma criança descuidada chutou um formigueiro? Acidentes como esses não são tão raros como se pensa e ocorrem com certa freqüência. Nesses casos, a principal espécie de formigas envolvida é a formiga lava-pé. Também conhecida como formiga-de-fogo, doceira, formiga-brasa, jiquitaia, formiga-malagueta, masseró ou taciba, as formigas lava-pés pertencem ao gênero Solenopsis sp. (Figura 3). Esta constrói um formigueiro achatado, o qual possui várias aberturas. Nos EUA, estas são causa de sérias preocupações, pois entraram lá por volta de 1950 e, atualmente, dominam todo o sul do país.

As lava-pés são altamente agressivas. Ao menor contato, saem às centenas e rapidamente. Como ela ataca? Primeiramente ela se prende com a mandíbula na pele do indivíduo. Em seguida, curva seu corpo de modo que a ponta do gáster, que contém um aguilhão com glândula de veneno, toque a pele. Se não retirada, em pouco tempo a formiga pode picar até 12 vezes. Instantaneamente forma-se uma pápula rósa no local da picada. Cerca de 24 horas depois surge uma pústula estéril, que cura em 3 a 8 dias. Picadas em grande número podem originar infecções secundárias, com abscessos e mesmo necrose de extremidades por causa da infecção. Estudos clínicos mais aprofundados já demonstraram inclusive urticárias, sensação de opressão toráxica, náuseas e vômitos e choque anafilático.

Que veneno poderoso! Isso mesmo, o veneno das formigas lava-pes é consituído por alcalóides oleosos, sendo a Solenopsina A a substância mais importante. Esta substância é altamente citotóxica e capaz de destruir células da epiderme e atrair células do sistema imunológico ao local, causando a pústula. Algumas pessoas têm alergia a uma pequena parte do veneno que é protéica.

O que fazer se for picado? Simples: corra ao pronto-socorro. Lá será medicado com anti-histamínico, corticóides tópicos, e, talvez, em acidentes maciços, corticóides sistêmicos. Evite sempre a auto-medicação.

Dedetização com Segurança? Ibaraki Dedetizadora 11 5668.8000!

Danos Causados ao Homem Formiga Formigas Problemas Causados Pelas Formigas
 
 
Palavras Mais Buscadas: Dedetizar | Dedetização | Dedetizadora | Descupinização | Descupinizadora | Desratização | Desratizadora