A Ibaraki

Clientes

Trabalhe Conosco

Orçamento

Contato

Como Chegar

Pombos: Pombos Controle Integrado

Os Pombos

As pombas são aves com as quais convivemos diariamente. Este grupo pertence à ordem Columbiformes, família Columbidae, que além das pombas inclui os pombos, pombas, rolas, rolinhas e juritis. Ao todo são 309 espécies registradas, distribuídas em todos os continentes. E não pense que são muito restritivos em termos de ambientes, pois habitam desde florestas até desertos. Animais incríveis, não é mesmo?

No Brasil, segundo o Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos (CBRO, 2009) podemos encontrar 23 espécies desta categoria de aves. Dentre estas se destacam duas espécies de grande importância por sua numerosa população: o pombo comum ou pombo doméstico (Columba livia) e a pomba amargosinha ou avoante (Zenaida auriculata). As populações dessas duas espécies por vezes chegam a ser tão numerosas que são caracterizadas como pragas, sobretuto nas regiões urbanas.

Mas, antes de entrarmos mais a fundo nas espécies consideradas pragas, é legal ressaltarmos algumas questões referentes aos Columbídeos.

A primeira delas é a sua injusta caracterização como praga. Nem todos são prejudiciais, não! Referente a isso devemos observar que no grupo (309 espécies) somente 2 são consideradas como pragas. Isso equivale a dizer que do grupo todo só cerca de 1% das espécies podem provocar alguma espécie de prejuízo. Então, não condene todas os Columbídeos ! Muito pelo contrário. Eles, como todas as espécies que vivem na Terra, executam funções ecológicas importantes para o equilíbrio da vida no planeta. Na natureza, de maneira geral, este grupo alimenta-se de sementes, frutos e insetos e desta forma estas aves atuam na dispersão de espécies vegetais e no controle de populações de insetos. Assim dão uma ajudinha para manter as florestas em pé e saudáveis. E cá entre nós, se formos olhar as razões que levam duas espécies de Columbídeos a terem suas populações aumentadas a ponto de virarem praga, vamos ver que elas estão diretamente ligadas à forma como criamos e manejamos ambientes urbanos e agrícolas. Sim.....a culpa é toda nossa! Esta é a segunda questão que gostaríamos de frisar. Pragas só surgem em locais onde encontram condições favoráveis para realizar duas funções biológicas fundamentais para o crescimento populacional: alimentação e reprodução. Tá vendo porque não dá para ficar alimentando pombos nos parques apesar de ser bonitinho fazer isso?

A terceira questão que devemos observar é o papel dos Columbídeos como potenciais espécies indicadoras de qualidade ambiental. Algumas espécies, por suas características biológicas, podem indicar degradação ambiental estando com baixa população ou mesmo ausentes em ambientes que sofrem grandes impactos pelas ações humanas, como: urbanização, atividades agropecuárias e desmatamento.

E por fim também podemos ressaltar que os Columbídeos são elementos simbólicos em várias culturas. Inclusive para algumas a presença de algumas espécies deste grupo de aves é tão importante que foi incorporada às suas tradições. Mas, vamos falar disso mais para frente.

Mas, é claro que pela nossa vivência sabemos que obviamente nem tudo são flores na nossa relação com os Columbídeos. As duas espécis categorizadas como pragas causam muita dor de cabeça. Só não vá achar que você pode sair por aí exterminando pombos, hein! De acordo com a Leis de Crimes Ambientais eles são considerados animais domésticos e por isso matá-los, ferí-los, mau tratá-los ou mesmo simplesmente prender um indivíduo sem autorização pode resultar em pena de reclusão inafiançável.

Dedetização com Segurança? Ibaraki Dedetizadora 11 5668.8000!

Combatendo os Pombos Pombo Pombos Pombos Controle Integrado
 
 
Palavras Mais Buscadas: Dedetizar? | Dedetização | Dedetizadora | Descupinização | Descupinizadora | Desratização | Desratizadora