A Ibaraki

Clientes

Trabalhe Conosco

Orçamento

Contato

Como Chegar

Percevejos: Diversidade de Espécies de Percevejos

Diversidade de Espécies

Como não poderia deixar de ser, na Ordem Hemiptera há espécies benéficas e outras nem tanto. Neste grupo encontramos desde percevejos predadores que contribuem para o controle de pragas agrícolas até percevejos que atuam de fato como pragas agrícolas, além de vetores de doenças e até mesmo parasitas do homem!

Os hemípteros são paurometábolos, ou seja, apresentam metamorfose incompleta, e as ninfas vivem no mesmo ambiente que os insetos adultos. As dimensões dos adultos variam desde alguns milímetros até vários centímetros de comprimento. Não se sabe ao certo o número de espécies que constituem esta Ordem, porém sabe-se que existem mais de 25.000 espécies conhecidas.

Os membros da Ordem Hemiptera são muito diversificados com relação a aparência e os hábitos e, embora a maioria seja terrestre, existem muitos que vivem e se reproduzem no meio aquático.

A maioria dos hemípteros alimenta-se de seiva de vegetais (e por isso são chamados fitófagos), como os famosos pulgões, representantes da família Aphididae - Subordem Sternorrhyncha - e são causadores dos maiores prejuízos na agricultura: sugando a seiva das plantas, machucando os tecidos através da ovipostura ou servindo como vetores de doenças das plantas, como viroses. Por outro lado, certas famílias são constituídas por predadores (alimentam-se de insetos ou pequenos vertebrados) e outras alimentam-se do sangue de vertebrados, inclusive o homem (hematófagos).

São hematófagos os hemípteros das famílias Polyctenidae (ectoparasitos de morcegos), Cimicidae (parasitos de muitas aves e mamíferos, incluindo os percevejos de cama que parasitam o homem) e os "barbeiros", insetos da subfamília Triatominae, que pertencem à família Reduviidae. Os triatomíneos ou "barbeiros" assumem grande destaque por serem vetores do Trypanosoma cruzi, protozoário causador da Doença de Chagas.

Isso aqui é um barbeiro??

Os hemípteros são mais ou menos achatados dorso-ventralmente, em especial aqueles que vivem abrigados em fendas, como os nossos conhecidos "barbeiros". O corpo apresenta variações na morfologia e na coloração que ajudam na identificação das espécies. Vejamos algumas características importantes para a identificação dos percevejos conhecidos como barbeiros (também chamados de triatomíneos):

Cabeça 
A cabeça costuma ser alongada e subcônica na maioria das espécies. É dividida em duas partes: anteocular (anterior aos olhos) e pós-ocular (posterior aos olhos). Entre estas partes encontra-se um par de olhos compostos e, na parte pós-ocular, um par de ocelos (pequenos olhinhos que não formam imagens, mas percebem variações de claro e escuro e geralmente estão situados numa saliência). Na parte antenocular destacam-se: um par de antenas, compostas de quatro segmentos, e o aparelho bucal, do tipo picador-sugador, formado por três segmentos.

Tórax 
Na parte dorsal, destaca-se o pronoto, dividido em dois lobos: anterior e posterior, e um escutelo subtriangular. E não podemos nos esquecer dos hemiélitros! Na parte ventral, onde o aparelho bucal se apóia no tórax, encontra-se um sulco estridulatório, característica presente em quase todos os reduviídeos, inclusive nos triatomíneos.

Abdome
O abdome é alongado e ovóide, e sua porção lateral, denominada conexivo, é muito importante para a identificação dos triatomíneos, devido às marcações com manchas claras e escuras que são características para cada espécie.

Os dois últimos segmentos abdominais compõem as genitálias do macho e da fêmea. Nas fêmeas, a extremidade posterior, quando vista de cima, apresenta-se pontiaguda ou irregular (devido ao ovipositor), enquanto que nos machos ela é sempre uma linha contígua e regular.

E isso, é um percevejo de cama??

Na família Cimicidae são encontrados os insetos popularmente conhecidos como "percevejos de cama". Os "percevejos" eram muito comuns em diversas partes do mundo, até o final da década de 40. Durante as décadas de 50 e 60, devido à melhor higiene doméstica (trocar e lavar roupas de cama, varrer a casa, etc.) esses insetos tomaram-se raros.

Atualmente, em função do aparecimento de resistência à inseticidas, aumento da densidade populacional na periferia das cidades e condições sociais inadequadas, está ocorrendo um novo surto de percevejo em numerosas cidades brasileiras, principalmente em favelas, acampamentos de operários de grandes obras civis, quartéis, etc. Portanto, está se tornando necessário o reestudo destes pequenos insetos, para desenvolver estratégias de controle.

Experimentalmente, eles podem transmitir o T. cruzi, a Borrelia recurrentis e a Yersinia pestis. Entretanto, naturalmente, não são capazes de fazê-lo, e sua importância está resumida à espoliação sangüínea e à interrupção do repouso noturno do homem.

Os percevejos de cama são hemípteros de corpo achatado e contorno ovalado, pequenos (em média 5 mm comprimento) e de cor cinza amarronzada. As formas adultas também são ápteras, possuindo apenas dois rudimentos de asas anteriores, em forma de escama.

Dedetização com Segurança? Ibaraki Dedetizadora 11 5668.8000!

 
 
Palavras Mais Buscadas: Dedetizar | Ibaraki | Dedetização | Dedetizadora | Descupinização | Descupinizadora | Desratização | Desratizadora